Login

VI Fonamec começa nesta quarta-feira

O evento tem como objetivo levantar boas práticas e aperfeiçoar os métodos consensuais de solução de conflitos por meio do intercâmbio de experiências
terça, 06 de março de 2018

Nos próximos dias 7 e 8 de março, acontece o Fórum Nacional de Mediação e Conciliação (Fonamec), que será realizado no Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro com o tema “Inovação e Mediação”, tendo como principais eixos de discussão as ODR Online Dispute Resolution, Inteligência Artificial, Desenho de Sistemas de Disputas DSD, Dispute Boards e Compliance.

O objetivo do evento é promover discussões e levantar boas práticas para aprimorar o exercício das funções desempenhadas por seus integrantes, buscando aperfeiçoar cada vez mais os métodos consensuais de solução de conflitos por meio do intercâmbio de experiências.

Para a coordenadora da Câmara Privada de conciliação e mediação Vamos Conciliar Alessandra Maria, eventos como esses são fundamentais para ampliar o conhecimento sobre os métodos extrajudiciais. “Uma verdadeira quebra de paradigmas”, ressalta.

Fonamec tem atuação em âmbito nacional, é composto pelos Presidentes e Coordenadores dos Núcleos Permanentes de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos — NUPEMECs — dos Estados, do Distrito Federal e pelos Magistrados dirigentes dos Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania — CEJUSCs, conforme o art. 1° do seu Estatuto, e se apresenta como o principal formulador da política pública da solução consensual dos conflitos.

Fonamec

O Fórum Nacional de Mediação e Conciliação foi criado em 12 de dezembro de 2014, durante o Encontro Nacional de Núcleos de Conciliação, promovido pelo Conselho Nacional de Justiça – CNJ. De acordo com o artigo 2º do seu estatuto, sua finalidade é implementar a mediação e a conciliação nos Estados e no Distrito Federal, fomentando a cultura da paz, com a apresentação e discussão de propostas voltadas para a resolução pacífica de conflitos.

O evento já se reuniu ordinariamente por cinco vezes, aprovando cinquenta e seis enunciados orientativos voltados para as atividades dos NUPEMECs, CEJUSCs, conciliadores e mediadores judiciais. Mais recentemente, com a Emenda nº 02/2016, passou-se a prever que os enunciados do Fonamec, após a aprovação da Comissão Permanente de Acesso à Justiça e Cidadania do CNJ, passarão a integrar a Resolução nº 125 do Conselho Nacional de Justiça, com efeitos vinculativos para a Justiça Estadual.

comentários

Fale Conosco

Entre em contato conosco e tire suas dúvidas sobre a conciliação.
Atendimento em horário comercial.